8 de jul de 2007

Pode vir quente que eu estou fervendo!


"London calling upon the zombies of death
Quit holding out - and draw another breath"
London Calling -J.Strummer/M.Jones/1979

Hoje eu tô atacado!

Al Gore, ex-vice-presidente dos EUA no período Clinton e idealizador do documentário “Uma Verdade Inconveniente”, marcou o cabalístico dia 07/07/07 com o mega-evento Live Earth, um alerta para o mundo sobre a praga que é o aquecimento global. Uma maratona de 24 horas com shows de mega-stars em diversos Paises, incluindo o Brasil, com show em Copacabana para 400 mil pessoas, abençoado pela terceira maravilha do mundo! Ai que preguiça!

Quer saber... bullshit! Estados Unidos e Austrália se recusaram a assinar o protocolo de Kyoto, o tratado internacional que prevê a redução das emissões de gases no meio-ambiente. Em contrapartida os EUA resolveram desenvolver tecnologias menos poluentes (o que significa bem pouco perto do estrago!), já a Austrália... bom ela deu o ponta pé inicial do Live Earth em virtude do seu fuso horário.

Sou bem cético com relação a esses mega-eventos, ou alguém acredita que em 1985 o “Live Aid” e o “We are the World” acabaram com a fome e a miséria na Etiópia e na África? Para mim que já era apaixonado por Michael Jackson, só serviu pra descobrir tardiamente Bruce Springsteen!

Alguém lembra da causa do “Live 8”? Pois bem, era pressionar os lideres mundiais a perdoar as dividas dos Paises do terceiro mundo. Eu só me lembro dos óculos-mosca do Bono! Bom nem preciso falar dos “live-qualquer-coisa” pela aids no mundo né? Nem conscientizou nem diminuiu o numero de contaminados, mas chamou atenção para o problema... ah bom, sei!

Duvido que algum mega-star convidado toque alguma coisa do "Clash", soaria como um bálsamo ouvir Lenny Kravitz entoando a sempre apropriada "Safe European Home", pensando bem poderia ser um pesadelo já que ele esta mais pop do que nunca. Bem, nem os punks mudaram com o politizado "Sandinista" e o genial "London Calling". Nem os punks nem os políticos, apenas o rock mudou, mas quem se importa nao é mesmo...
Infelizmente John Lennon e Bob Dylan não foram os responsáveis pelo fim da guerra do Vietnã mas eu não me canso de ouvir pela milionésima vez “Imagine”/Lennon e “Whith God On Our Side”/Dylan.

Estou acompanhado de mais alguns ilustres céticos, hoje em dia o próprio Bob Geldof, organizador dos citados “Live Aid” e “Live 8”, diz que o mundo já sabe dos efeitos negativos do aquecimento global e que falta um objetivo final ao “Live Earth” - hummm o mundo em 85 não sabia onde ficava a África e nem passava fome né?!. Já Roger Daltrey do “The Who” é bem sombrio:
“- A ultima coisa que o mundo precisa hoje é de um show de rock”- huummm, nem mesmo o volta-não-volta do “Who” em mega-campanhas né?!. Opa, sabe qual é o lance meu caro: $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

Já já teremos campanha eleitoral para presidência americana e pago um doce como Al Gore terá mais do que cacife político e artístico (meu, o véio tem um Oscar!) para encarar a Casa Branca. Isso todo mundo sabe mas aguardem as resmas de papéis não reciclados, dossiês, fitas de vídeo e conversas gravadas contra o cara! Essa ‘triagem de poluentes’ já começou com a prisão do seu filho Albert Gore III, preso na Califórnia com maconha, Vicodin, Valium, Xantax e Adderal!!! Quando Al Gore visitar a familia precisa ter uma conversinha com seu pimpolho ‘tarja-preta’.

Por falar em ceticismo a Revista Exame desta semana traz uma matéria sobre Energia intitulada “Dinheiro sujo”*, assinada pela repórter Luciene Antunes, trata da maior mineradora de carvão do mundo a “Peabody Energy” sediada, claro, na cidade de Saint Louis/EUA, vendeu só no ano passado 248 milhões de toneladas de carvão, suprindo atualmente 10% da demanda energética dos Estados Unidos como uma fonte abundante e barata. Até 2030, o carvão continuara sendo responsável por um quarto da energia gerada no planeta. Live Earth? O presidente da mineradora Gregory H. Boyce se entusiasma é com outras coisas:
-"Estamos caminhando para uma nova era, em que vamos dirigir veículos e voar em aviões movidos a combustíveis derivados de carvão."

Confere aqui a relação dos 50 Paises que mais poluem o ambiente segundo a Carbon Dioxide Information Center, esta relação data de 1997, ano da assinatura do Protocolo de Kioto, o valor ao lado do Pais esta expresso em milhares de toneladas de carbono (o “C”, do “CO2″):

1 Estados Unidos 1.489.648
2 China 913.768
3 Rússia 390.616
4 Japão 316.164
5 Índia 279.899
6 Alemanha 227.364
7 Reino Unido 142.096
8 Canadá 133.890
9 Coréia do Sul 116.701
10 Itália (incluindo San Marino) 111.323
11 Ucrânia 100.427
12 México 99.964
13 Polônia 95.413
14 França (incluindo Mônaco) 92.878
15 África do Sul 86.532
16 Austrália 86.336
17 Brasil 78.666
18 Irã 78.585
19 Arábia Saudita 72.616
20 Coréia do Norte 68.794
21 Espanha 66.584
22 Indonésia 65.103
23 Tailândia 56.992
24 Turquia 54.042
25 Taiwan 53.475
26 Venezuela 51.144
27 Holanda 44.256
28 Argentina 37.629
29 Malásia 35.710
30 República Tcheca 33.495
31 Cazaquistão 33.471
32 Egito 29.829
33 Romênia 29.390
34 Bélgica 28.127
35 Usbequistão 27.936
36 Argélia 25.973
37 Paquistão 25.588
38 Iraque 24.916
39 Nigéria 22.435
40 Grécia 22.027
41 Singapura 21.909
42 Emirados Árabes 21.697
43 Filipinas 20.249
44 Colômbia 18.551
45 Noruega 18.470
46 Belarus 16.757
47 Áustria 16.557
48 Chile 15.884
49 Hungria 15.874
50 Israel 15.581

• *Como comprei a Revista Exame na banca disponibilizo minha senha para você acessar, ao longo desta quinzena, além desta matéria citada outros gráficos, tabelas e vídeos, basta digitar a palavra-chave LUXEMBURGO
Vê lá: http://www.exame.com.br

Nenhum comentário: