12 de ago de 2007

Ma che Buffone!

Então, começaram os ensaios de “La Cenerentola”, aqui parte do elenco no Theatro da Paz, em Belém, (Gallisa, Luciana, Flavio e Léo à partir da esquerda) estreamos no dia 30 e adianto que estou me divertindo mais do que devia! Auahauhahauhauhauhaha

A Cenerentola, em si, será tipo “Beth, a Feia”, com óculos vermelhos e pantalona acetinada de ‘ursinhos carinhosos’ (coisa difícil pra quem conhece a Luciana Bueno, mas como na “Lady...” deste ano em Manaus eu fiz ela ser ‘estuprada’ e carregada por 25 homens, vai ser bico fazer ‘a feia’), Dandini (Leonardo Neiva) entra com 20 serviçais do palácio (coro masculino), tem um xilique, ‘baixa um Michael Jackson’ nele e no coro e todos imitam os passos de ‘Thriller’ numa seqüência que promete irritar o Lauro Machado!!!!

Alidoro (José Gallisa), quando disfarçado de mendigo será um cego de bengala e óculos escuros, quando tira o seu disfarce e aparece de ‘fado-padrinho’ vem todo vestido com um ‘tuxedo’ branco elegantérrimo. D.Magnifico (Pepes do Valle) é o todo querido Pepito, um puta ator com timing de opera bufa que me ensina muito, tudo o que ele me sugere é irretocável e fica no espetáculo!

Pela primeira vez trabalho com Flavio Leite, que já entrou na minha onda histérica, e esta deixando menos insosso este papel de príncipe chato! Estréio também com a Alpha Oliveira (Tisbe) e Márcia Aliverti (Clorinda) que abrem a cena lendo revistas de yoga e ‘noiva modas’ com a cara cheia de creme de beleza (aliás, sugestão impagável de William Pereira) e depois desfilam ‘matando-para-vestir’ no Baile coberta de zebras, peles, coelhos, onças e perucas!

Vixe, ainda tem 10 debutantes no baile com seus vestidos imensos e uma drag queen!!! Me segurem ou nunca mais me deem uma opera bufa pra dirigir! hauhahuahuahuha

Bom, deu pra sentir que já passou a minha ressaca ‘pós-Shostakovitch’ né?!

...

Direto de Belém:

O que esquenta o bate-boca por aqui é falar na tal criação dos novos Estado de Carajás e Tapajós que nasceriam com o retalhamento do território paraense! Essa nova onda separatista tramita no Congresso sem levar em conta os custos de infra estrutura destas novas unidades federativas. Por baixo os valores giram em torno de R$ 2 bi, pensem nas despesas com representantes dos novos Estados na Câmara e no Senado, mais os custos de assembléias legislativas e dai você pode somar mais alguns milhares naqueles bilhões!

Hummm, sei não, tem todo aquele lance de riquezas naturais em Carajás e que passaria longe do Pará, que já tem mais da metade do seu território declarado como área de interesse da Nação. Sendo assim melhor que fique como está ou então todo o interior paulista poderia também requerer independência, ou alguém duvida do contrário? Difícil mesmo é aparecer um personagem como ‘Bugsy’ que comeu muita terra vermelha e fez muito lobby para construir Las Vegas do nada. Bom, teve desvios, falcatruas e muita canalhice também, mas isso a gente já sabe fazer, obrigado!

Um comentário:

Carlos Eduardo disse...

Caetano,
Descobri teu blog por esses dias e tenho curtido ler o que escreves. Tenho certeza, só pelo que comentas, que essa Cenerentola vai ser o máximo. Imagino que deve ser difícil trabalhar num lugar onde não haja um Escarola da vida ou algo similar, mas bem, nem tudo é perfeito. Voltando à Cenerentola, todo sucesso do mundo pra vocês e um feliz aniversário para ti. Um grande abraço, e até uma próxima montagem em Manaus, se Deus quiser. Morejano.