16 de ago de 2007

Vai dormir e não me enche o saco!

E não é que o nosso ministro da cultura, aquele senhor que “até que tem o cabelo bonitinho, mas não serve para o cargo” (nas palavras do sábio Paulo Autran), deu uma entrevista para o ‘Liberation’ francês, publicada na segunda, (com trechos no Estadão de ontem) em que fala do ‘sacrifício’ em ser ministro:
- “O sacrifício não é apenas financeiro, toca também no meu desejo de expressão e de comunicação, alem da demanda do meu público”.

E tem mais, ele acha que esta se saindo melhor do que pensava e sabe qual era sua maior preocupação antes de aceitar o cargo? Ele responde:
- “TINHA MEDO DE NÃO ACORDAR CEDO” (!!!!!!!!!!!!!)

Ora, faça-me o favor! O sacrifico é nosso, o Ministério da Cultura esta saindo recentemente de uma greve que durou 3 meses e nas poucas linhas que saíram nos jornais NENHUMA tinha uma posição do senhor Gil. Mesmo com todo o prestigio que tem com o presidente não se viu um movimento que seja para um acordo com os grevistas, nem se as exigências eram certas ou erradas. Aliás deixou-se ver até onde eles iam com essa paralisação, já que para esse governo tanto faz como tanto fez se a Cultura parar tudo por meses ou anos. Não faz a menor diferença para o Pais, a única coisa que importa é que Gil reduziu de 200 para 50 o numero de shows que faz por ano.

Pois eu faço parte do movimento criado por Miguel, meu amigo, transformei os cds daquele senhor em descanso de copos!

...

Você sabe que está ficando velho (é amanhã hein gente!) quando já viu todos os filmes clássicos em retrospectivas por ai. Bem, então olha só, vai até 23 de agosto no Centro Cultural São Paulo uma mostra com 10 longas dos mestres japoneses Yasujiro Ozu e Kenji Mizoguchi.

Ozu é intimista ‘familiar’ e filma sempre com a câmera baixa (ao lado na foto ele, de terno, orienta a posição da camera) seus temas o transformam num Tchecov oriental. E já que estamos comparando, Mizoguchi é um pouco o Fassbinder japonês, seu tema, quase sempre é pela ótica feminina (assim como o cineasta alemão, lembram de Lili Marlene e Lola, por exemplo) e o lado ‘do mal’ que todos nós deixamos bem guardados.

Essa vai para os meus queridos ex-alunos que volta e meia me ligam e me escrevem para pedir dicas do que ver, ler ou estudar e como estou quase na fase ‘senior’ me obedeçam! Hehehehehe

Se joga: CCSP, Rua Vergueiro, 1000 (11-3383-3402)/entrada franca

...

Direto de Belém:

Ontem foi feriado estadual por aqui, 15 de agosto comemora-se o “Dia da Adesão do Pará à Independência do Brasil”, a Adesão foi um acontecimento decisivo para o Estado, que definiu os rumos políticos e econômicos de sua historia recente. Hummmm agora entendi esse ar nonchalance belenense de ‘europeu sentado num café’. Basta apenas demolir em 15 graus a temperatura, mas nem tudo é perfeito!

Nenhum comentário: