25 de set de 2007

A Voz Humana

Já contei aqui a minha história com a Céline (que trabalho e sou amigo há 9 anos), só tenho de acrescentar o quanto ela me fez feliz, a comemoração dos 20 anos de carreira é dela mas quem ganha somos todos nós! Parabéns a esta mulher que redefiniu o padrão brasileiro de interpretação operística influenciando vários artistas e emocionando uma imensidão de almas que após assistir um espetáculo seu vão para seus lares às vezes felizes, outras vezes pensativos e em muitas soluçando às lágrimas! Então vou poupá-los de mais lenga-lenga e para quem não viu se deliciem com as fotos de Jefferson Pancieri!

Je t'aime
.




Início. A diva no melhor estilo cabaret interpreta canções de Piaf, painel fotográfico ocupando toda a boca de cena do Teatro S.Pedro/SP.

Sai fotos e num contraponto com o ateliê térreo do "Telefone", a Mulher olha a vida agitada do andar de cima de seu camarim. As luzes dos hotéis e dos outdoors invadem a sua solidão transtornada!

Depois do primeiro telefonema...

... vem a cobrança e a...

... certeza de que ele vai ligar novamente.

Para tentar entendê-lo é necessário saber o que ele pensa dela, ou talvez ela queira se fundir nele!

Se eu fosse fazer um cartaz da opera, com certeza esta imagem estaria entre as primeiras. O recorte desta escultura é a reprodução do rosto do ator Jean Marais, amante de Cocteau e muso inspirador num desenho feito pelo próprio Cocteau!

Exausta, quase a ponto de desistir de tudo...

... ela ainda o tem enrolado pelo fio do telefone no pescoço...

... e num movimento cíclico de solidão transtornada...

... sussurra um último je t'aime e salta para o pisca-pisca de uma noite que se transfigurou.

P.S: Meu amor a minha equipe: Flávia Furtado, Chris Aizner, Olinto Malaquias, Moizes Vasconcellos e aos seus assistentes e colaboradores. Chega de saudade, estamos prontos para outra!
Que venha "Ariadne" e, antecipando um pouco, advinhem quem será a mezzo que fará o papel do "Compositor"? Hummm... acertou, hehehehe


Nenhum comentário: