13 de nov de 2007

Tá russo fía!

Então, "O" Rei está preparando sua volta, enquanto isso celebra - COM TODO O MÉRITO - os 25 anos do lançamento de "Thriller", "O" disco pop de todos os tempos.
Antes desta entrevista para "Ebony", MJ já estava nas bancas desde o mês de outubro numa edição especial da "Vogue L'uomo Itália" com fotos incríveis by Bruce Weber (tem uma com boné de baseball, vestido de Dior e com uma capa vintage que é o verdadeiro retrato da transformação deste homem!).
Mas o que a "Vogue" não diz, e está na "Ebony", é a influência do compositor russo "Tchaicovsky" na sua obra!!! Ele cita o "Quebra Nozes" como exemplo de composição perfeita e é exatamente isso que ele espera alcançar em seus discos.
Não tenho dúvidas da perfeição do "Quebra Nozes", mas tenho certeza absoluta que o que deve ter perturbado MJ, e muito, seja a vida escorregadia do mestre russo (eternamente em crise!) que apaixonado pelo seu sobrinho cria outros exemplos de 'perfeição' de cortar os pulsos (a "Sinfonia n.6" é dedicada ao sobrinho amante, por exemplo). "Eugene Onegin/Евгений Онегин" a ópera adaptada da novela de Pushkin é um exemplo devastador sobre a 'amizade' entre dois homens com um resultado trágico. E ainda tem uma ária para soprano (Tatyana escrevendo uma carta) que é um clássico!
...

Se joga: Se você odeia ópera tudo bem, eu entendo, compre o livro de Pushkin ou enfrente (o que eu recomendo) algum dvd da montagem.
Você pode também procurar em algum sebo a biografia, esgotada nas livrarias (embora tenha alguma coisa em inglês), "Piotr Ilitch Tchaikovski, uma Biografia" do xará Piotr Ilitch, Editora Record. Ao lado 'retrato do artista quando jovem'.
Bom, também pode esperar o novo lançamento de MJ e ouvir direitinho se a tal influência russa trouxe uma nova revolução pop! Como já conheço tudo isso que acabei de te dizer eu aguardo febrilmente pelo 'novo' do REI.

Nenhum comentário: