9 de jan de 2008

Paulo Szot: veja, ouça e morra!


Paulo Szot, dirigido por mim em "A Queda da Casa de Usher" de Philip Glass para o Festival de Inverno de Campos de Jordão/2005

A "Folha de S.Paulo" de hoje deu capa no caderno "Ilustrada", matéria assinada por Irineu Franco, para o barítono brasileiro que mais faz sucesso no exterior: Paulo Szot.
Que bom começar o ano falando de pessoas que brilham e mostram que o Brasil não é caipirinha e favela e que além de termos o melhor futebol e hackers (pior para muitos né?!) do mundo também somos bons em música erudita, balé e moda!

Paulo Szot é o máximo, sempre se preparou para essa fase de sua carreira e vive buscando novos desafios. Um excelente cantor e ator que com certeza deixará os americanos embasbacados!
Pena que por conta deste musical na Broadway ("South Pacific") não contaremos com ele em Manaus neste ano em "Maria Golovin". Paulo fez a estréia na Europa desta ópera com direção de Vicent Boussard e figurinos do über Christian Lacroix, que aliás o adorou e o presenteou com umas camisas lindas e de matar qualquer fashion victim de ódio e inveja (tipo, eu mesmo!)

Szot em "Maria Golovin" com figurinos do über Lacroix!

Um comentário:

marysia disse...

Finalmente reconhecido o talento do grande barítono Paulo Szot
Símbolo de dedicação, profissionalismo e honestidade
Precisou fazer um musical na Broadway para ser reconhecido
Isto é Brasil....