4 de fev de 2008

Tumor maligno

Achei que estava diante de uma pintura de Anselm Kiefer quando vi rapidamente a foto de capa do "Estadão" de domingo. Tratava-se de uma impressionante vista aérea de uma 'nova técnica' de destruição florestal em Marcelândia (MT), A manchete é "O Correntão, depois o fogo" e a legenda da foto é a seguinte: "um correntão puxado por dois tratores é a ferramenta mais eficiente para arrancar árvores inteiras que depois são queimadas."
A reportagem completa você pode ler aqui.

Segundo Lula essas últimas divulgações sobre as queimadas amazônicas é um "tumor e não um câncer"!
Sendo assim, para quê tanto alarde, não é mesmo?

Nenhum comentário: