3 de mar de 2008

Brilho e 'pó-de-arroz'

Leio vários jornais todos os dias e adoro quando encontro opiniões diferentes sobre o mesmo assunto. Manchetes do caderno de esportes dos dois principais jornais de São Paulo já me satisfizeram apenas numa passada de olhos:
"Estadão": "O brilho do São Paulo em Mirassol", por Giuliano Villa Nova
"Folha": "Sem brilho, São Paulo revê o G4", pelo também roqueiro Márvio dos Anjos

Tirando a 'opinião' dos jornalistas quanto ao jogo de ontem, Mirassol 1 x 2 São Paulo, talvez a manchete sobre a falta ou excesso de brilho do time tricolor tenha partido de uma declaração de Rogério Ceni ao final da partida, e que o "Estadão" publicou:
- "Não foi uma exibição brilhante, mas tivemos nossos méritos e conseguimos voltar às primeiras posições".

Giuliano, então, destaca esses "méritos" como o bom desempenho de Jorge Wagner com um golaço e não fica 'pegando no pé do 'Imperador' pela chance perdida.
Já Márvio, além de não dar a declaração do capitão sãopaulino (vai ver não estava presente, sei lá!), relembra os últimos atos de indisciplina do 'Imperador' no corpo da matéria e em subtítulos e preferiu destacar o desempenho e o gol de Borges. Linhas e entrelinhas seguem aquele 'padrão Folha de pseudo-polemizar'.

...

Pra mim foi o seguinte:
O São Paulo passou um sufoco no primeiro tempo, Rogério Ceni salvou o time pelo menos três vezes, Adriano marcadíssimo perdeu uma ótima chance de golear (Hernanes poderia dar uma 'forcinha' para o 'Imperador'!).
Borges e Jorge Wagner brilharam, assim como brilhou também o 'encapetado' Xuxa, do time adversário.
Um ótimo 'teste' para Muricy pensar a "Libertadores" desta semana, mas levemos em consideração a falta que fez Richarlyson e Fabio Santos, ambos suspensos nos jogos deste domingo.

Nenhum comentário: