20 de abr de 2008

Björk antropológica

Que Björk é 'über-maluca' de pedra todos nós já sabemos faz décadas, mas eu acho que ela e seus colaboradores se superaram com o clip "Wanderlust" do seu último álbum "Volta". Já disse aqui o que achei do seu show em São Paulo em que ela apareceu como uma misteriosa 'saltenha boliviana' e decepcionou metade dos seus seguidores, inclusive esse pobre 'viralata'.

Ultrapassando o terreno musical talvez o que Björk faça esteja mais próximo do teatro antropológico de Grotowski e Eugênio Barba, não seria errado classificá-la como uma 'multi-artista-antropológica', ainda mais depois de assistir a esse psicanalítico, suicida e autofágico video clip.

Analistas preparem o divã para ouvir a nossa musa islandesa!

2 comentários:

Igor Santana disse...

Sou muuuuuito suspeito pra falar da Björk, mas que toda a essencia do volta esta inculbido neste clipe, aaah tá.

Esperando por Dull Flame Of Desire, proximo single do volta, clipe com Antony e tudo mais, sem contar que esse poema do Tyutchev é lindo. Veja a como foi recitado no fim do filme Stalker do diretor Andrei Tarkovsky.

http://www.youtube.com/watch?v=nz3x0lcLLcc

viralata disse...

Nossa menino...existe salvação no planeta!!!! Conheço Tarkovsky de cabo a rabo e assisti alguns de seus filmes na estréia, participei de debates acalorados sobre sua obra qudo eu era ator!Daí eis que vc nasce e cita o homem.. hahahahhahaa
;)
Abração