23 de abr de 2008

Xô Catiça!

Quem é de teatro sabe o que significa a "Madição da Segundo Espetáculo", pois é, fomos amaldiçoados ontem na segunda récita de "Ça Ira"!
Me disseram que o público 'normal' não percebeu nada e se entusiasmou do começo ao fim tamanha era a expectativa de quem conseguiu ingressos. Mas tenho certeza que o público 'anormal' percebeu bem algumas falhas técnicas e desencontros entre palco-fosso-coxia-técnica.

Desde os efeitos sonoros que não entraram no primeiro ato até cantor que 'perdeu' metade da ária tudo parecia uma conspiração dos 'deuses'!
O problema maior é o seguinte, um espetáculo com tamanha complexidade não pode ter um intervalo tão grande entre uma récita e outra (quase uma semana!), claro que tivemos apenas ensaio de trocas de cena com a técnica mas os artistas precisariam também de um 'aquecimento'.

Claro, também, que estamos dentro de um Festival e tudo se torna mais complexo. Desde marcações de ensaios até toda a logística em conciliar várias produções simultaneamente, tudo é muito complicado.

A última récita de "Ça Ira" será nesta quinta (24), oxalá teremos mais sorte!

2 comentários:

Anônimo disse...

Caetano, não se torture, isso tudo é bem compreensível. A verdade é que os deuses adoram provocar os humanos, principalmente os artistas. Com certeza dará tudo certo no próximo espetáculo. Good luck!!! Beijos, Elzira

viralata disse...

Elzira amor, obrigado por ainda 'estar'comigo. Farei tudo para que seja realmente um lindo espetáculo mesmo!
Beijo