13 de mai de 2008

Memórias da minha infância: Homem de Ferro

Robert Downey Jr. na armadura hype do "Iron Man", não importa o que ele faça sempre estará se superando das maluquices que já aprontou

Tá bom, você já sabe de toda esta história sobre o Downey Jr. e de como, num caso de superação, ele sacudiu a poeira e saiu na frente de vários astros, até mais carismáticos do que ele, para encarnar o "Homem de Ferro". Poupo vocês então dos desdobramentos desta história.
O filme é bem bacana, divertido e agrada a quem, como eu, acompanhava o desenho na infância.

Tempos atrás assisti num desses canais tipo 'cartoon' esses desenhos que me seguravam em casa a tarde toda no auge dos anos 70, fiquei surpreso e um pouco desapontado quando vi que, os desenhos não tinham movimento!
Como não percebi isto antes? Eram uma sequência de quadrinhos estáticos mas que na minha tenra idade 'tudo era divino maravilhoso'. O vilão que atormentava o herói era o Mandarim e juro que eu me assustava com aqueles movimentos toscos e robóticos de bocas e olhos!

O filme surpreende (principalmente por eles terem aceito) também no cast tendo como coadjuvantes, a oscarizada Gwyneth Paltrow, como assistente do herói e o 'nominated' Terrence Howards como um oficial da sua confiança. Howards você sabe é um puta ator e eu já falei dele aqui na sua estréia na Broadway.
O diretor nem eu nem você conhecemos mas isso não faz a menor diferença já que este é um filme de 'management' e simplesmente têm de dar certo. E deu!
Se você gosta do gênero vai se divertir.

Um comentário:

Anônimo disse...

Oi, Caetano, eu que não gosto muito do gênero, ADOREI o filme.
É o máximo.
Bjs
Miguel