12 de jun de 2008

Pois é...

Ah, ia me esquecendo que hoje é aquele dia né? heheheh
Faço minhas as palavras de Marcelo Camelo (o nosso Fernando Pessoa!)

Pois é, não deu
Deixa assim como está sereno
Pois é de Deus
Tudo aquilo que não se pode ver
E ao amanhã a gente não diz
E ao coração que teima em bater
avisa que é de se entregar o viver

Pois é, até
Onde o destino não previu
Sei mas atrás vou até onde eu consegui
Deixa o amanhã e a gente sorri
Que o coração já quer descansar
Clareia minha vida, amor, no olhar

(Pois é/Marcelo Camelo - Los Hermanos)

Foto by Jefferson Pancieri

2 comentários:

Igor Santana disse...

parece que você teve uma ideia e a 'lampada acendeu', que nem nos desenhos. rsrs

viralata disse...

kkkkk e acendeu "verde"! A esperança é a última que morre! heheheheh
;P