30 de jul de 2008

Aquele abraço

"Treinei minha voz para o canto, e não para discursos", disse o Ministro Gilberto Gil para justificar sua saída do Ministério da Cultura. Segundo o "Estadão" de hoje ele se encontra com o presidente para discutir detalhes da sua saída.

O que devemos pensar então, já que Gil está no Ministério desde 2003 e depois de diversas titubeadas em sair ou não sair deixou-o entregue praticamente a sua equipe (bastante criticada por vários setores artísticos - do cinema a museus. Teatro nem vou citar já que tanto Gil quanto Lula DETESTAM teatro!)?
Que vá cantar então em outra freguesia meu senhor!

Os aspectos positivos que ele destaca na sua pasta foram o reconhecimento como "Patrimônio Cultural Brasileiro de elementos da cultura regional como a capoeira, o frevo, o samba de roda e a pintura corporal dos índios."

Tinha me esquecido mesmo da "pintura corporal dos índios"!!!!!

Meu deus quando este pesadelo vai acabar?

2 comentários:

Celso Dossi disse...

É pra criar o Ministério da Pintura Corporal dos Índios :)

viralata disse...

hauahuaha!!! É verdade! "ministério da pintura corporal dos índios TOMBADOS"! kkkkkkkkkkkkk
bj cheri