14 de jul de 2008

Eu ainda torço para o Ronaldo!

Juro que não serei sarcástico com o Ronaldo agora! Nem é por pena dele (que não tenho), é mais pela constatação de que mais cedo ou mais tarde os anos cobrariam pelo seu 'crescimento instantâneo' ainda moleque vendido para Europa.

Sou fã do cara desde os tempos do Cruzeiro e vibrei com a sua contratação tanto para o PSV holandês quanto para o Barcelona. Quero acreditar que Ronaldo não teve 'estofo' cultural e emocional para suportar o peso do seu 'novo sobrenome' "Fenômeno" (assim como Adriano não está tendo com o de "Imperador"), daí as convulsões (trauma na França) e confusões ('bafón' com 'travas' na Barra da Tijuca) somadas a dezenas de cirurgias num corpo que foi 'programado' para vencer.

As fotos recentes de suas férias em Ibiza não representam, AINDA, a sua decadência. Parece mais um processo de expiação pública para que saibamos que ele também é um homem frágil, imaturo e carente.
No que depender dos brasileiros as portas estarão sempre abertas.

Boa sorte amigo!

Nenhum comentário: