26 de ago de 2008

Lei e Ordem?

Lembram do garotinho de 11 anos que roubou um carro na semana passada aqui em São Paulo? Pois é, quatro dias depois, eis a manchete do "Estadão" online:
"Menino detido pela sétima vez é levado para abrigo em São Paulo"

O moleque que já foi detido sete (!) vezes pela polícia neste ano estava acompanhado de uma turminha que tinha entre 14 e 16 anos.
O quê fazer?
...

Quando o Estatuto da Criança e do Adolescente/ECA (veja o texto completo no site do governo, aqui) foi promulgado em forma da Lei 8069, em Julho de 1990, foi elogiadíssimo em todas as partes do mundo e elevado a categoria exemplar de uma lei que serviria para todas as comunidades do primeiro mundo.
Logo nos primeiros parágrafos das "Disposições Preliminares" estão lá os artigos que encheram de orgulho a nossa Nação:
- Art. 3º A criança e o adolescente gozam de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, assegurando-se-lhes, por lei ou por outros meios, todas as oportunidades e facilidades, a fim de lhes facultar o desenvolvimento físico, mental, moral, espiritual e social, em condições de liberdade e de dignidade.
-Art. 4º É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária.

Alguma coisa não anda lá muito bem com a nossa sociedade.
Os pais não sabem como educar, o governo não sabe muita coisa, o Congresso vive uma realidade que esta longe de espelhar o cotidiano do povo que o elegeu, a polícia (ou o judiciário) muitas ficam 'algemados' numa situação como essa e a bola de neve gira até esse moleque virar um assassino, se é que ele viverá tanto para isso!

O mundo é deles, fazer o quê?

Nenhum comentário: