31 de ago de 2008

O deslumbre suburbano de Robinho

Tá com a cabeça onde mesmo fío?

E esta história do Robinho hein? Ele próprio convoca a imprensa para dizer que está "com a cabeça" no Chelsea justo na abertura do Campeonato Espanhol, chamando toda a atenção para si num momento que é 'coletivo'. Desanca o técnico do Real Madri, fala mal dos dirigentes, blá, blá, blá... quem anda 'orientando' esse garoto?

Deveria dar graças aos céus pelo Real ter tido 'paciência' com ele que de atleta revelação se tornou um fiasco depois dos milhões e milhões investidos na sua imagem/talento. Gosto do Robinho, mas ele parece não aprender nada com o que vê pela frente, porquê ele não mira no exemplo do seu 'ex-parceiro' Diego?
Da época em que 'barbarizavam' os adversários jogando pelo Santos, toda a imprensa clamava por 'justiça' à Robinho já que Diego foi vendido primeiro para a Europa, este cheio de empáfia e 'dono da bola', se deu mal em Portugal, 'baixou a bola' e renasce com um excelente futebol na Alemanha e parece, com a cabeça no lugar.

Falta 'estofo cultural' para Robinho 'dar mais certo', seu pensamento é o do fanfarrão gozador, o 'bom brasileiro' do pagode suburbano, o animador da 'galera', nada contra a sua alegria mas ele se mostra mais como um deslumbrado e injustiçado. Como assim?
Não me esqueço de uma entrevista com ele logo na sua volta ao Brasil depois da sua primeira temporada européia. Gorro na cabeça de marca, óculos com um logo 'style' gigante, camiseta 'outdoor' D&G, destilava ironia e arrogância num prenúncio de que aquilo não ia muito longe.
Não foi. Não vai.

Nenhum comentário: