16 de ago de 2008

O pato, a plebe e o PIB

A Coluna da Mônica Bergamo de hoje na "Folha" diz que João Gilberto e o patrocinador de sua micro turnê, o Banco Itaú, estão proibidos de falar mal um do outro. Negado por ambas as partes, mas falado aos quatro cantos, o contrato da ordem de 2 milhões de Reais traz uma cláusula específica tratando do assunto.

Quem sai perdendo com essa e teve de 'morder os lábios' para não quebrar o Contrato foi o Itaú, a produção colocou um jatinho a disposição do 'mestre' que atrasou quatro horas para embarcar e na hora em que o show deveria começar em São Paulo ele estava tomando uma 'sopinha' no hotel, deixando a 'plebe e o pib' esperando por horas!

Agora vamos combinar que com um contrato desses - sem ingerência pela parte do Banco e com total liberdade artística - eu não falaria mal nem do meu pior inimigo!

Nenhum comentário: