17 de set de 2008

Mamma Mia, um adorável presente grego!

Meryl Streep 'solar' e praticamente 'curtindo férias nas Ilhas Gregas', Pierce Brosnan surpreendente quando canta, dança e 'aparece'

Da estréia nos palcos ingleses em 1999 até as telas de cinema o musical "Mamma Mia", dirigido pela mesma diretora da versão teatral, Phyllida Lloyd, cumpre aquele papel que volta e meia 'ressuscita' a banda sueca resultando sempre num ótimo 'divertissement' para todas as gerações.
A velha que 'viveu os loucos anos 70' e tinha interpretações bem pessoais de "The Winner Takes Its All"
a 'geração intermediária' que curtiu Abba só no meio dos 80' como curiosidade 'kitsh' (agraciada pela versão 'mercosul' de "Chiquitita" e "Fernando" por Perla!!!) e a novíssima galera que acha que quem descobriu Abba foi Madonna com um incrível 'sample' de aproximadamente 15 segundos de "Gimme Gimme" em "Hung Up" no delicioso 'dance disco' "Confessions on a Dance Floor". Ah, teve também os ' filmes tributo' "Priscila" e "O Casamento de Muriel", mas daí foram os gays mesmos, e de TODAS as gerações, diga-se, kkkkkkkk.

Meryl Streep faz o filme como se estivesse 'curtindo férias na Grécia' (merci "Guzik"!) e pasmem canta afinada e está ótima, sem drama, sem sotaque, sem 'streepisse'! Ela eu tinha certeza que se daria bem agora bom mesmo (em muitos sentidos, entendeu?!) está Pierce Brosnan cantando (!?) e dançando (??!!!) como ninguém, arrasou.

Assista e não bata os pés ao ritmo de "Voulez-Vouz" se for capaz!

2 comentários:

Celso Dossi disse...

Ahhhhh, bom, pelo título eu achei que vc fosse gongar (e estragar meu programa de fim de semana). :D

viralata disse...

coloquei o 'adorável' depois pra ninguém achar que estava diante de um 'cavalo de tróia' heheheh! bj, vc vai gostar!;)