25 de dez de 2008

Foi bom pra você? (ou: 2008 foi assim)


Sigam as minhas ‘editorias’ retrospectivas de mais um ano que se encerra. É isso aí ‘goodfellas’, escapamos.
Namasté e Saravá para todos!
...

POLÍTICA NACIONAL

Investigações sobre corrupção passiva, ativa, ‘versátil’ , peculato, favorecimento, etc, etc... atingem mais uma vez gente bem próxima do Palácio do Planalto. Uns saíram “para deixar as investigações mais transparentes”, outros foram esquecidos mesmo. Do estardalhaço todo restou o ‘anti-herói’ com nome de protagonista de saga grega: Protógenes

POLÍTICA INTERNACIONAL

A crise americana ofuscou um pouco a vitória de Barack -Yes, we can’t – Obama, mas não conseguiu derrotar a esperança de dias melhores que praticamente o mundo inteiro está aguardando com o resultado desta eleição histórica.

CIDADES

Santa Catarina viveu seus dias de ‘santa katrina’, destruída também pelas intempéries climáticas, o estrago foi maior somadas as irresponsabilidades governamentais de todas as esferas por falta de investimentos básicos e prevenção.

CULTURA

Gil saiu, viva Gil! Embora seu sucessor seja o seu braço direito no Ministério da Cultura (e quem realmente ‘ministeriava’), esperamos que pelo menos tenhamos um ministro despachando em sua sala e não em tourné mundial. Para ser franco, duvido que algo mude para melhor, já desisti há muito de termos uma ‘política cultural’ sem resquícios de ‘antropologia da cota’ que este governo transforma tudo o que toca.


ESPORTES

Meu time, São Paulo, foi hexa-campeão num campeonato praticamente perdido na sua primeira metade, ‘virou o jogo’ nos pontos corridos graças a sua disciplina, organização e claro: Muricy Ramalho. Se bem que a incompetência dos times adversários ajudou bastante e isso não foi um mero detalhe.

A subida do Corinthians depois do ‘castigo’ do rebaixamento e a espetacular contratação do Fenômeno Ronaldo praticamente eclipsou todas as notícias de final de ano em toda e qualquer editoria. Como bem disse algum dirigente: “ele foi contratado para se recuperar e não para jogar”. Sei, e quem ‘recuperará’ o time? Duvido muito que o retorno que o São Paulo teve com o Imperador Adriano no primeiro semestre possa se repetir no ‘coringão’, mas isso é assunto para a ‘retrospectiva-09’.

Ah, ia me esquecendo dos meus amigos cariocas, que coisa o rebaixamento do Vasco hein?!

TECNOLOGIA

O IPhone chegou e já está disponível nas três principais operadoras do País com preços e planos exorbitantes, desanimando um pouco os consumidores ‘da cota’. O crescente número de modens para laptops e a ‘popularização’ da tecnologia 3G em celulares mais modernos é a nova ‘febre online’ que não deixará absolutamente ninguém indiferente... e fora do ar.

ECONOMIA
O acontecimento do ano foi o ‘crash’ financeiro que abalou primeiro a economia americana e de uma forma avassaladora foi tomando conta da Europa com estilhaços espalhados pelo Brasil.

CELEBRIDADES

A ‘editoria’ que bateu de longe todas as anteriores! O Fenômeno Ronaldo absolutamente drogado, dá o seu carro e carta de motorista para um travesti comprar pó no morro enquanto apronta em um motel com outros dois, é simplesmente o ‘bafo’ de qualquer ano!

Perto deste ‘evento’ do Fenômeno a morte do ‘ex-gigolô’ Marcelo Silva foi patética e ‘mal ensaiada’! Vamos combinar que comprar pó (faz parte de qualquer roteiro, perceberam?) de amigos policiais, cheirar a noite inteira com a ‘atual gostosa’ praticamente numa crise de narcolepsia (digo, sempre dormindo!) e num momento “rebobine por favor” reencenar “Clube da Luta”, dando socos e lutando consigo próprio até a morte foi meio over (dose!) não é mesmo?!

Bom, ainda teve Madonna cinquentona de volta ao Brasil quinze anos depois, mais forte, mais rica, mais poderosa do que nunca e ainda ‘atendendo’ o pós-adolescente Jesus Luz!!!!

Waall que ano!!!

2 comentários:

Sandra disse...

Adorei a maneira como você pôs as coisas na devida dimensão, ou seja, muito maior. Incrível como nos acostumamos com corrupção, com alguém se drogar até a morte e outras coisas. Mas houve muitas coisas boas, também. Que ano intenso!

viralata disse...

Houveram coisas boas sim Sandra! Muitas, aliás acho que até mais do que ruins, mas vc sabe né, a gente sempre esquece estas 'coisinhas' dissonantes... bj!
')