12 de dez de 2008

O Homem que virou Isca no Rio de Janeiro

Mal terminaram as óperas no Teatro S.Pedro/SP no domingo passado eu já embarquei para o Rio de Janeiro, na segunda, para outra parceria na iluminação (de última hora, mas sempre em boa hora!) com Gerald Thomas. Falo sobre "Bate Man" (ou "Bait Man") escrito e dirigido por GT na forma de um monólogo para Marcelo Olinto (acima num ensaio, fotografado por mim) defender no evento-efeméride "Auto Peças", comemoração dos 20 anos da Cia. dos Atores no Sesc Copacabana.

Mais, depois falo! Enquanto isso o próprio GT dá uma idéia do que aguarda o público carioca, leiam aqui. Estou curioso para sentir as reações, pena que volto para SP neste domingo.
...

Se joga:
"Bate Man", concepção/direção Gerald Thomas, monólogo com Marcelo Olinto
Sesc Copacabana/RJ
12 a 21 de dezembro (quinta a sábado 21h/domingo 19h30)

5 comentários:

Glorinha disse...

Eba!!!
boas falas e luzes!!!
RJ mais iluminado né Caetano!!!
abraços iluminados para vocês!

Sandra disse...

Pelas fotos, a luz ficou um arraso!!!!!!!!

viralata disse...

Pois é meninas, ficou lindo mesmo!Alguns ajustes aqui e ali com o ator e tudo ficará melhor!
bjao

Anônimo disse...

Hoje, depois da estreia, acho que nos eh que viramos as iscas nao foi? E o que foi aquilo ao sairmos do G...O? A mae do B....com aquela outra? A noite ja estava ISCADA e aquelas duas "QUE SIGNO VC eh??"
nao eh a toa que essa cidade virou o que virou e aquele cara da Suzana Vieira acabou dando socos nele mesmo.
O (....) vai acabar se socando tambem

a cia dos auto-socos!
LOVE
G

viralata disse...

não sei amor, mas que essa cidade tá estranha isso tá! Estranho, estranho, estranho...
;P