8 de fev de 2009

Christoph Schlingensief modificando a sua vida como a luz

Fiquei bem feliz quando soube que o encenador 'enfant terrible' alemão Christoph Schlingensief (acima) está no júri do 59° Festival Berlim de Cinema presidido pela 'über' atriz classuda Tilda Swinton.
Quem acompanha este blog - e minha carreira - sabe que Schlingensief participou do 11° Festival Amazonas de Ópera dirigindo "O Navio Fantasma" de Richard Wagner numa montagem bem, digamos, polêmica. Se é que esta palavra ainda faz algum sentido para as artes hoje, ou você ainda se choca com uma escola de samba inteira entrando na platéia do teatro dividindo a cena com uma orquestra?

Pois bem, assinei a luz da ópera e juro que nunca 'suei tanto a minha careca' durante um espetáculo. Schlingensief trabalha de uma forma muito particular e 'antropológica', haja visto a repercussão que o seu "Parsifal" (africano!) causou na 'casa' de Wagner em Bayreuth!
Ele me pedia alguns 'climas' durante os ensaios de palco, já que interagia constantemente com videos e filmes editados e gravados Manaus à dentro, com locações na floresta, nos rios e no carnaval manauara.
Nunca marcou uma sessão de gravação de luz, como estamos acostumados a fazer próximo dos ensaios gerais. Me deixava sempre operando a mesa de luz de forma manual e coordenando, por rádio, oito técnicos com canhões seguidores. Eu disse MANUALMENTE!

Quem já assistiu grandes espetáculos de ópera sabe da complexidade que envolvem certas produções. Agora imagina uma ópera wagneriana com umas três horas de duração, com filmes projetados em telas, tules, partes do cenário, num palco giratório que mudava constantemente o cenário e as ações da cena!
Eu implorava para seus assistentes marcarem com ele um dia para gravarmos tudo, já que eu estava quase enlouquecendo, nem tinha tempo de acompanhar a partitura, não desgrudava os olhos do palco e estava a beira da histeria com a minha equipe. Pois sabe o que ele me disse da forma mais cândida e com um sorriso encantador:
- "Caetano, tudo está incrível, você é um gênio! A luz é como a vida, se modifica a cada dia, a cada apresentação, fique livre para criar e mudar."

Eu relaxei, criei e cada espetáculo foi absolutamente diferente um do outro. E para melhor!
...

Durante a sua estada em Manaus Schlingensief estava com sérios problemas familiares, havia acabado de perder um ente querido e tinha outro num estado bem delicado, soube pouco depois que perdeu este também. Alguns meses depois recebemos a notícia de que ele estava com câncer e sofrendo com as sessões de quimioterapia.
Acompanhamos sua luta sendo informados por amigos em comum, sabia que ele já estava um pouco melhor e que começava novos projetos. Daí vê-lo nas fotos de apresentação do júri da Berlinale foi uma alegria imensa.

Parabéns querido, um grande beijo e não se esqueça "a vida também é como a luz, se modifica a cada dia!"

6 comentários:

FB disse...

Arrasou peeee!!!!
Bonito mesmo isso da vida eh como a luz, se modifica a cada dia. Levo sempre como exemplo a sua luz, um dia melhor que o outro. Vc sabe do que estou falando.
Assim a gente aprende!
Love

viralata disse...

LOVE, LOVE, LOVE PEEEEEEEEEEE!!!!
E depois de 17 anos de alemanha queridjinho, eu digo: LICHT MEHER LICHT!!!!!!!!!!
beijo

Olintho disse...

humpf!!! Comadres peeeeee...rsrsrs
Love também e muitos axés, rás e nanaxaras ou qualquer outra filha da baby consuelo...

viralata disse...

Evoé Oli 'mãos de tesoura'!
kkkkkk, bjão

Gerald Thomas disse...

Fiquei feliz com a melhora dele
A Rosemarie so me da noticias de que ele esta cada vez pior e pior
que bom
LOVE
G

viralata disse...

amor eu vi a foto de apresentação da Berlinale, ele estava um pouco mais magro mas acho que melhor... nada como o trabalho!
bj saudade