30 de mar de 2009

Do mundo das "Fadas" para a Floresta Amazônica.


Imagens oníricas de um sonho possível: "As Fadas", primeira ópera de Wagner encenada por Emilio Sagi

Estreou no Châtelet - e vai até 08 de abril - em Paris a primeira ópera composta na juventude pelo 'über' compositor alemão Richard Wagner, trata-se de "Die Feen" (ou em sua versão francesa "Les Fées", que podemos traduzir por "As Fadas").
Esta é uma das estréias mais importantes e aguardadas da Europa (com destaque de 10 páginas na tradicional Opéra Magazine!), assinada pelo 'workholic' encenador espanhol Emilio Sagi, que levou à Paris toda a sua equipe para realizar um espetáculo de colorido magicamente 'kitsh' e sofisticado (sim, estas qualidades podem andar juntas).
Os infortúnios amorosos da fada Ada e do príncipe Arindal são lançados no palco de forma feérica nos remetendo diretamente para o terreno dos sonhos e por que não dizer... dos contos de fadas.

Também um clip já disponível no YouTube:


...

Terei o prazer de trabalhar com Sagi neste ano. Ele assinará a encenação de "Sansão e Dalila" que abre o XIII FAO (Festival Amazonas de Ópera) onde assino o desenho de luz. Ele esteve no Brasil pela primeira vez no final do ano passado para conhecer toda a equipe que trabalhará nesta produção: o maestro Luiz Fernando Malheiro, os cenógrafos Leonardo Ceolin, Carlos Pedreañez, o figurinista Olintho Malaquias e o coreógrafo Jorge Garcia.

Emilio (camisa florida com as mãos nos bolsos) em São Paulo no final do ano passado com sua equipe, conhecemos um pouco mais sobre o que ele pensa sobre "Sansão e Dalila"

Abaixo, pequeno video da maquete:

Um comentário:

Igor disse...

Confesso que estou me rasgando para ir a Manaus ver nem que seja UMA opera :(