23 de mar de 2009

"Radiohead": antes, durante e depois de um show HISTÓRICO

Se nesta madrugada fosse meu último dia de vida teria morrido feliz! O 'über' espetáculo que o "Radiohead" apresentou ontem, e foi até a madrugada desta segunda, valeu a espera de todos esses desencontros anunciados da vinda da banda para o Brasil. Foi absolutamente impecável e compensou uma certa desorganização dos produtores, desculpados pelos fãs mais aguerridos!

ANTES

Por questões éticas e para não baixar o nível nem comentarei o DJ de FM que 'flopou' total o 'warm up'.
Daí...
Pois bem, se no Rio a abertura dos "Los Hermanos" foi horrível, segundo uma parte da imprensa e todas as comunidades afins do orkut, devo confessar que a versão paulistana foi muito boa e bem recebida pelo público que cantava a sequência de qualquer fonema emitido por qualquer barbudo presente no palco. Gosto dos caras, achei honesto e bacana esta volta. Mesmo com 12 lâmpadas 'PAR' iluminando o palco com as varas abaixadas (banda que abre show pra 'top' é pior que peça infantil dividindo palco com 'espetáculo nobre', ou seja não tem direito a nada e todos estão de acordo, ponto final!), o que tornava tudo beeemmm universitário, se é que vocês me entendem!

E o quê dizer dos persistentes (para muitos: insistentes!) 'tiozinhos' do "Kraftewerk"? Bom, eu digo que nos anos 80 eu era um adolescente que gostava de quase tudo e curtia os caras, o negócio é que eu cresci, eles estacionaram numa 'autobahn' sem produzir nada de novo e eu não uso drogas para 'viajar' nessa eletrônica anacrônica. Ou seja, achei bem inadequado a presença dos caras, ainda mais com o que estava por vir. Foi, como bem diria um amigo meu um momento "lúdico exótico".

DURANTE



Hipnótico!
Foi o estado de espírito que tomou conta aos primeiros minutos da entrada de Thom York e banda em cena. Se alguém tinha alguma dúvida de que a luz 'LED' é o futuro, com certeza depois do show mudou de opinião ao ver aqueles tubos (não, não eram de 'pvc', como debochava um moleque na minha frente, em seguida apoplético com os efeitos) de 'LEDs' se transformando a cada musica, ritmo ou movimento da banda.
O palco era multiplicado em camadas tridimensionais indescritíveis de efeitos de luz, camadas triplicadas pela onda sonora vinda dos 'P.A.s', quem já ouviu os discos dos caras sabe que toda aquela sofisticação sonora, fruto de meses de estúdio, é extremamente difícil de ser reproduzida ao vivo. Pois pasmem, soou até melhor!

Cheio de rock, com uma certa influência 'eletro-jazzistíca', o 'beau' da guitarra Johnny Greenwood foi aclamado pela multidão que gritava o seu nome - acho que nem ele acreditou - até ousou levantar a imensa franja que cobre seu lindo rosto todo o tempo e sorriu encabuladíssimo.
Já Yorke estava assustadoramente deslumbrante, parecia um anjo do apocalipse trazendo as boas novas (tá certo que em muitas vezes nem eram 'tão boas' assim), seu estranho carisma era... eu já falei hipnótico? Então digo que era HIPNOTIZANTE!
Seu registro vocal que por vezes chegava a uma espécie de lírico falsete em "Reckoner" ("In Rainbows") por outras vezes era grave e lento ('troppo lento' de fazer inveja ao maestro Karajan, famoso por 'arrastar andamentos') como em "Exit Music (For A Film)" ("OK Computer"), aliás foi aí que comecei a chorar chegando aos soluços com "Lucky" (OK Computer")!

Abaixo o 'set list' tirado direto do Blog do mega informado Marcelo Costa:

15 Step (In Rainbows)
There There (Hail To The Thief)
The National Anthem (Kid A)
All I Need (In Rainbows)
Pyramid Song (Amnesiac)
Karma Police (Ok Computer)
Nude (In Rainbows)
Weird Fishes/Arpeggi (In Rainbows)
The Gloaming (Hail To The Thief)
Talk Show Host (B-side - Trilha Sonora do filme Romeu e Julieta)
Optimistic (Kid A)
Faust Arp (In Rainbows)
Jigsaw Falling Into Place (In Rainbows)
Idioteque (Kid A)
Climbing Up The Walls (Ok Computer)
Exit Music (For A Film) (Ok Computer)
Bodysnatchers (In Rainbows)

Encore 1
Videotape (In Rainbows)
Paranoid Android (Ok Computer)
Fake Plastic Trees (The Bends)
Lucky (Ok Computer)
Reckoner (In Rainbows)

Encore 2
House of Cards (In Rainbows)
You and Whose Army (Amnesiac)
True Love Waits (I Might Be Wrong)/Everything In Its Right Place (KidA)

Encore 3
Creep (Pablo Honey)

DEPOIS

Daí acabou né!
Valeu cada 'nó na vértebra', todo o inchaço nas minhas pernas e toda a desorganização dos (des)organizadores. Francamente, nos tratar (pagamos caríssimo!) como peregrinos, deixando-nos ao 'deus dará' lá na 'pqp', foi o pior que gostaríamos de ter enfrentado no final de um espetáculo tão marcante!
Sem esquema de transporte público aqueles que atenderam os apelos para deixarem o carro em casa tiveram uma péssima madrugada! Ou pagaram preços pornográficos nos taxis ou mofaram nos pontos de ônibus à espera de qualquer coisa que levasse a qualquer lugar. Ou, pior ainda, dormiram pelas calçadas descompromissados, sonhando com tudo que acabaram de presenciar de bom neste dia histórico.
...

PS:
Entra aqui no Blog da banda e leia sobre a preparação para a turnê, lá você saberá que além das óbvias preocupações artísticas os caras ainda pensam "politicamente corretos" em como diminuir e emissão de poluentes por onde passam. Daí os tais LEDs, sacou?

4 comentários:

Glorinha disse...

Caetano...
lí algo nos jornais, mas, sinceramente, estava esperando o seu coment sobre o show...
valeu pela impressão, sentimento e emoção que vc traçou nas linhas e entrelinhas...rs...
[[]]abraços e ótima semana procê!

viralata disse...

Obrigado amor! Foi tudo aquilo é muito mais!!!!
;P

Sandra disse...

"banda que abre show pra 'top' é pior que peça infantil dividindo palco com 'espetáculo nobre', ou seja não tem direito a nada e todos estão de acordo, ponto final!"

Não! Tem mais!

"Valeu cada 'nó na vértebra', todo o inchaço nas minhas pernas e toda a desorganização dos (des)organizadores. Francamente, nos tratar (que pagou caríssimo) como peregrinos, deixando-nos ao 'deus dará' lá na 'pqp', foi o pior que gostaríamos de ter enfrentado no final de um espetáculo tão marcante"

Não acabou!

"Ou pagaram preços pornográficos nos taxis ou mofaram nos pontos de ônibus à espera de qualquer coisa que levasse a qualquer lugar"

Você ganhou a cena! O rock'n roll foi para o segundo plano!

viralata disse...

hahhahaha!!!Beijo Sandra, é que eu tava empolgado!!!!
;P