30 de jun de 2009

"Intrigas de Estado" (ou: pasmem, Ben Affleck está ótimo!)

Incensado pela crítica e tendo passado meio batido pelo público, o longa "State of Play/Intrigas de Estado" é um presente em tempos de 'queda do diploma para jornalistas'. Dirigido por Kevin Mac Donald ("O Último Rei da Escócia") como se fosse uma mistura de thriller político com jornalismo investigativo traz um elenco incrivelmente entrosado onde todos estão bem.

E quando eu digo TODOS me refiro também a Ben Affleck, pasmem, ele está ótimo (e magro)! E ainda tem a deslumbrante Robin Wright Penn (por onde andava?), o 'maneirista e neo-sujo' Russell Crowe, a fofa Rachel MacAdams e a 'realeza' de Hellen Mirren. A trama começa dando a ideia de que veremos um daqueles filmes que passam duas horas administrando o conflito da 'old school' com os moderninhos blogueiros do jornalismo americano, mas eis que o 'caldo entorna' e tudo vai ficando cada vez mais complexo e enrolado.

Assassinato, traição, 'puxada-de-tapete', lobby no Congresso americano e uma estranha ligação de políticos com uma empresa de segurança que contrata mercenários para prestar serviços para o Estado.
Qualquer semelhança do nome fictício desta empresa com a super poderosa "Blackwater" não é mera coincidência. Aliás, embora a referência óbvia com o clássico do 'cinema jornalístico' "Todos os Homens do Presidente" (sobre a investigação do caso Watergate), "Intrigas de Estado" se aproxima mais do recente "A Caçada" (do ano passado com Richard Gere e Terrence Howard que eu comentei aqui). Em ambos o tema é este novo 'câncer' americano: uma Nova Ordem de Segurança Nacional.

O público adulto reclama de filmes inteligentes e 'assistíveis' e quando estréia um filme assim ninguém assiste! Depois de lançado o filme é imediatamente relegado a salas distantes e em horários indecentes. Uma pena, quem sabe com o lançamento em dvd esta produção tenha melhor sorte.

4 comentários:

Deni disse...

uauauaua...concordo literalmente com o seu último parágrafo, caetano! eu, que não vou muito ao cinema por falta de tempo, não perdi o filme... bjs

viralata disse...

E não é...
Beijo amor!

Anônimo disse...

adorei o filme! inteligente, bons atores, verossímil, tudo de raro hoje em dia!

viralata disse...

Concordo com vc!