24 de jun de 2009

O Soldado e o Diabo

Talvez voltaremos com o Concerto "A História do Soldado" no Festival de Inverno de Campos do Jordão, por enquanto fica o registro da apresentação única no Teatro S.Pedro/SP, no último dia 19, abrindo o II Festival Internacional de Música de Câmara.
Aqui embaixo algumas fotos de Jefferson Pancieri do espetáculo, 'enjoy':

Fernando Alves Pinto foi o Soldado que carregava um violino no lugar de uma arma

José Rubens Chachá era o Diabo que 'atentava' o jovem soldado a lhe entregar o violino

Wellington Nogueira foi o Narrador do espetáculo, dando vida a uma história...

... que termina melancólicamente com o Soldado seguindo o Diabo pelo resto de sua vida

Eu e o Maestro Alex Klein, cada vez mais um importante nome da cena erudita internacional

8 comentários:

Tartaruga disse...

Parabens Caetano! Foi demais!!!

viralata disse...

Amor, adorei o 'tartaruga' jejejeje
∆á está add também!
Beijo em ti e no Alexandre!
;P

Deni disse...

Caetano,
Estava bárbaro! Todos estão de parabéns! Pra mim, o destaue foi pro Wellington e pro Chachá, que fez o rei - Lula! bjs

viralata disse...

haushuaha!!! Chacha é IMPAGÁVEL!!!!
bj amor

Sandra disse...

Um violino no lugar de uma arma.

Que lindo...

Ontem assisti a um documentário sobre um bar gay em Israel, pertencente a uma moça coreana. Mostrou os palestinos pulando um muro com arames farpados e os casais gays multi-raciais se beijando na boca. Chorei comovida, tive medo por eles, pedi para que Deus os protegesse do ódio e da incompreensão, mas, ao mesmo tempo, me senti pequena diante daquela força imensa.

Daquele amor imenso...

Henrique Hemidio disse...

E agora, Caetano?

viralata disse...

E agora? Agora é esquecer o louros da vitória e começar do zero, ehehehe
É meu amigo, vida de artista é dura!
Abs querido

Penetralia disse...

Oi, Caetano, esse Klein por acaso é parente da Sylvia Klein, daquele filme La Serva Padrona, adaptação do Pergolesi pela Carla Camurati?

Falar nisso, eu gostei do Serva Padrona, amei a voz da Sylvia, e vc?