28 de jan de 2010

"Travesties" no Festival de Teatro de Curitiba (ou: vão-se os carros, ficam as peças)

Já é oficial, faremos a estréia nacional de "Travesties" de Tom Stoppard no Festival de Teatro de Curitiba com a Cia. de Ópera Seca sob a minha direção no Teatro Guairão 19 e 20 de março.
Michel Fernandes, crítico de teatro do Portal Ig, foi mais rápido e deu o furo:

Travesties estreia no Festival de Curitiba

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo (michelfernandes@superig.com.br)

Por problemas de produção, ano passado, o Festival de Curitiba não foi palco da estreia nacional de Rock and Roll (2006), do inglês Tom Stoppard, conforme anunciamos. Mas os que admiram o trabalho do autor de Rosencrantz e Guildersten Estão Mortos terá sua recompensa na edição 2010 do Festival, com um texto de 1970 de Stoppard, conhecido pela massa depois do filme Shakespeare Apaixonado, com a estreia nacional de Travesties.

Encenado por Caetano Vilela, Travesties é o primeiro trabalho sem a direção de seu fundador, Gerald Thomas, que disse ter desistido do teatro: a Cia. Ópera Seca, criada em 1985. O enredo se passa na época da Revolução Russa, em Zurique, na Suíça, e mescla à ficção encontros nunca acontecidos entre personagens que são parte do pensamento intelecto-artístico e social do século 20, além do diálogo meta teatral com a peça do irlandês Oscar Wilde, A Importância de Ser Prudente e os respectivos personagens dessa farsa.

A peça estreará no palco do Teatro Guairá, mas o diretor Caetano Vilela (que acaba de sofrer um assalto à mão armada, dentro de um estacionamento, e perder seu carro) ainda busca patrocínio para temporada em São Paulo e no Rio de Janeiro.

...

P.S.: Sobre esse lance do assalto ainda estou meio chocado com tudo. Cheguei hoje em SP para os ensaios e ao deixar meu carro, recém comprado, num estacionamento no bairro de Higienópolis fui rendido, junto com o manobrista, por um bandido armado que saiu cantando pneu ao som das árias para castratti interpretada por Cecilia Bartoli. Seria cômico se não fosse realmente trágico!
Minha Seguradora e a do estacionamento estão resolvendo a burocracia toda o que adiou um pouco a minha vontade de refinanciar o carro para aliviar financeiramente a produção da peça, já que ainda não tenho nenhum patrocínio. Enfim, coisas chatas que só me deixam com mais vontade de estrear esta peça que eu adoro.
MERDA!

22 de jan de 2010

Massive Attack proibido para menores

Demorou para cair a ficha mas "Paradise Circus" novo single dos tiozinhos do trip-hop Massive Attack é uma, perdoem o trocadilho, do caralho!
Se você, como eu não via a hora de 'ser de maior' para assistir coisas como "Garganta Profunda" Ou "O Diabo na Carne de Miss Jones" vai se surpreender com o depoimento da ex-über-porno-star Georgina Spelvin em cenas explícitas do já clássico Miss Jones.

Devo confessar que no auge da minha testosterona juvenil o filme me perturbou muito mais do que me excitou e agora assistindo ao clip, pra mim já o melhor do ano, confesso novamente que 'não consegui escutar' a música de primeira tendo a hipnótica figura septuagenária de Miss Spelvin. Ela ainda continua me perturbando a mente, que coisa não?

Se você for 'de maior' dá play, caso contrário não me responsabilizo pela sua insônia, enjoy!

Massive Attack Paradise Circus from sabakan on Vimeo.